Sexta-feira, 25 de Agosto de 2006

A Droga e o Governo


 

 

O Governo aprovou ontem o Plano Nacional contra a Droga e as Toxicodependências e o respectivo plano de acção, que prevê, entre outras medidas, a introdução de máquinas de troca de seringas nas prisões e a criação de salas de injecção assistida num prazo de dois anos.

O Plano Nacional contra a Droga e as Toxicodependências vai vigorar até 2012 e o seu plano de acção tem 2008 como limite para a concretização de várias medidas. As salas de injecção assistida (também conhecidas por "salas de chuto") deverão ser criadas até 2008, depois de identificados locais prioritários, o mesmo estando definido para a instalação de máquinas de troca de seringas.

Segundo a Lusa, o plano de acção prevê também a realização de estudos sobre o consumo de substâncias ilícitas, nomeadamente entre os estudantes do ensino superior e a população militar. As medidas aprovadas ontem contemplam também a definição de tempos de espera clinicamente aceitáveis para entrada em programas de tratamento.

Nas prisões, além da colocação de máquinas para a troca de seringas usadas por material novo, o Plano de Acção contra as Drogas e Toxicodependências prevê também, em articulação com os serviços do Ministério da Justiça, a implementação de programas terapêuticos com agonistas de baixo limiar de exigência (metadona).

A prevenção é uma área para a qual o documento aponta a necessidade de "aumentar a abrangência, acessibilidade, eficácia e eficiência dos programas", propondo-se acções como campanhas de informação e a melhoria dos sistemas de apoio e encaminhamento dos consumidores de substâncias ilícitas. É também avançada a intenção de criar um sistema de auditoria técnico-financeira, "interna e externa", aos programas apoiados pelo Instituto da Droga e da Toxicodependência. A reinserção dos toxicodependentes é também abordada pelo documento, que propõe, a criação de uma bolsa de empregadores, "de forma a promover a integração de indivíduos no mercado de trabalho" e de um programa plurianual para financiar projectos nesta área. O redimensionamento das Comissões para a Dissuasão , a par da clarificação das suas competências e da redefinição das sanções previstas na lei é um outro objectivo.


 


 in DN


 


Os consumidores de drogas têm seringas gratuitas e os diabéticos, que não contribuíram em nada para a sua doença têm de pagar as suas!


 


E mais estas salas serão construídas com dinheiro dos contribuintes certamente; agora pergunto há verba para construir salas de “chuto”, mas e para escolas e hospitais ou mesmo para manter as maternidades que fecham não há?


 


Portugal Sempre mas não este!


publicado por SSoldado_Lusitano às 20:47
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Sugestões de Leste

. Algo mais...

. Reparos

. A Droga e o Governo

. Espaço Xenofobia

. Consequência

. Bom Ambiente

. Manifestações

. Um País anestesiado

. “Navegar é preciso”

.arquivos

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds