Quinta-feira, 31 de Março de 2005

Legalização do Aborto

Será a legalização uma via segura para a continuação do crescimento da população portuguesa?


É claro que não.


Atentemos para a presente lei, a lei que ilegaliza o aborto.


O aborto é proibido em Portugal, havendo apenas três excepções:



  • Em caso de violação;

  • Em caso de perigo de vida para a mãe ou bebé;

  • Em caso de má formação do feto.

Estas três excepções fazem do aborto uma via justificada.


Para quê a legalização do aborto?


Há métodos contraceptivos. Mas dizem: “Esses métodos não são 100% eficazes.”


Pois bem, nesse caso eu admito a verdade do facto, está provado cientificamente que o preservativo bem como outro métodos contraceptivos, salvo erro são no máximo 98% eficazes.


Após este facto tenho de recorrer ao Estado, este após a falha de contraceptivos deve:


- Garantir uma maior comparticipação na educação dos consequentes filhos;



  • Aumentar os abonos de família;

  • Infantários públicos gratuitos;

  • Diminuir o preço da habitação;

  • Aumentar o período pós parto;

  • Benefícios fiscais a famílias numerosas.

Logo, não é necessário a legalização do aborto, desde que as pessoas sejam responsáveis.


Mas tudo isto demorará tempo para se implantar em Portugal, por exemplo se reparar-mos na forma como os portugueses se comportam em relação à natalidade constatamos que é de uma forma bem diferente da dos imigrantes que por cá habitam, entre outrascoisas, ou seja:


- Um português pensa ter em média 1 a 2 filhos, muito por culpa da situação actual


- Um imigrante em média alberga 5 a 6 filhos.(!)


Com o crescimento da homossexualidade assumida em Portugal, o que acontecerá à população portuguesa de Portugal português tradicional?


Antes que seja tarde de mais...


Devemos garantir uma taxa de natalidade (portuguesa) segura para Portugal português de Portugal,


Portugal crescerá!


Portugal Sempre!

publicado por SSoldado_Lusitano às 23:45
link do post | comentar | favorito
Sábado, 26 de Março de 2005

Educação Em Portugal

Uma base importante de cada sociedade, a instrução. Em Portugal, a educação é encarada com desdenho, pelos responsáveis, que deveriam esforçar-se para tornar a mesma em orgulho nacional.


Senão vejamos, são várias as reformas que são efectuadas todos os anos, porém nenhuma delas parece resolver, muito pelo contrário, apenas parece piorar o que já está mal, atentando agora para um caso passado mas recente, acerca da colocação de professores pelas escolas de Portugal, tendo como consequência uma abertura tardia das escolas portuguesas, conclui-se uma educação que não tem a merecida atenção por parte de quem governa este país.


Já nas escolas é triste constatar que os alunos não vêem a escola como um lugar seguro e aprazível, mas sim um lugar onde apanham “secas”, a escola perdeu a credibilidade e respeito, isto anexado a más infra-estruturas, professores mal remunerados (que são muitas vezes alvos de violência), entre outros, conduzem a um decréscimo das notas, o que conduz também a um futuro nefasto para Portugal.


Temos assim uma escola facilitista e desleixada.


Verifica-se cada vez mais, que os jovens portugueses que chegam às universidades cometem erros de primária, onde sentem dificuldades, pois possuem baixos níveis de cultura.


Actualmente, temos as universidades portuguesas, públicas e privadas, preenchidas com cursos que não têm mercado de trabalho e nos quais os jovens perdem quatro a cinco anos da sua vida, para depois se aperceberem que os mesmos são completamente inúteis para o seu futuro. É urgente adaptar os cursos universitários à realidade do nosso mercado de trabalho


É também de salientar a ignorância dos nossos jovens em relação á História de Portugal, e também aos erros na sua própria língua-mãe, o PORTUGUÊS, NÃO DERIVAÇOES deve-se reconquistar o espirito patriótico nas nossas escolas. Todas as escolas, públicas e privadas, deveriam hastear uma bandeira nacional na entrada principal.


Objectividade, continuidade e estabilidade, é o que precisamos na Educação Portuguesa.


Portugal Sempre!

publicado por SSoldado_Lusitano às 22:55
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Sugestões de Leste

. Algo mais...

. Reparos

. A Droga e o Governo

. Espaço Xenofobia

. Consequência

. Bom Ambiente

. Manifestações

. Um País anestesiado

. “Navegar é preciso”

.arquivos

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds